15:32:00

Lembro de você reclamando e falando que eu nunca quis te dar uma chance pra me fazer feliz, enquanto eu dava segundas e até terceiras chances pros babacas que eu namorava. Acho que você foi o único homem que me amou de verdade, o único que fez de tudo pra me ter, que fez de tudo pra colocar um sorriso no meu rosto nos dias em que eu apenas queria sumir, o único que fez eu me sentir bem de novo, o único. E eu, ah, eu nunca vi isso, eu nunca liguei pra isso. Já tinha sofrido demais na mão de vários moleques e sabia que no final das contas, eu ia descobrir que você também era que nem eles.

Outro dia eu me peguei lembrando daquela última festa que fomos juntos. Lembra que não estávamos nos falando? Brigamos praticamente a festa toda, porque eu queria beber e você não queria deixar, queria me cuidar, como sempre. Nessa festa tinha um menino me dando muito mole e a sua cara foi a melhor quando viu aquela cena, foi uma cara de tipo: "sai daí seu otário, ela é minha!" Mas você não fez nada porque ainda estávamos brigados. E quando eu já tinha bebido o suficiente pra querer brigar com todas as meninas que chegavam perto de você, e pra gritar na tua cara o quanto você era idiota por me deixar sozinha, você segurou meu braço, me levou pra fora da festa e me beijou. Nunca vou esquecer desse beijo, nunca. Nem dessa festa, e nem de você.
Faz ideia de quantas vezes quis matar aquela sua melhor amiga? Pra falar a verdade, nem eu faço ideia, foram tantas as vezes. Porque eu queria ser pra você, o que ela era. Eu era mais do que isso, eu era a mulher que tu amava e mesmo assim não estava satisfeita. Vai entender né...
Depois encontrei algumas fotos nossas perdidas pelo meu celular. E lembrei das tardes que passávamos juntos, em que eu te mandava sms: "vem pra cá, to com saudade" e em meia hora você estava no meu portão, pronto pra ouvir eu reclamar de tudo à minha volta, pronto pra me fazer rir das coisas mais sem graças do mundo, mas que do jeito que você falava, parecia até filme de comédia. Você me arrancou muitos sorrisos, muitas gargalhadas. E não tem nada melhor do que uma gargalhada na mesma sintonia que a sua né? Amava passar as tardes com você.
Você se fez presente sempre que eu precisei, você soube dos meus maiores segredos, você cuidou de mim quando ninguém mais tinha paciência, e fez isso tudo sabendo que não era recíproco, sabendo que eu te amava sim, mas como meu amigo, como o melhor amigo que eu nunca tive. Ah, quer saber mesmo? Pra falar a verdade, não sei o que sinto por você até hoje, se é apego e amizade, ou amor. Juro que não sei, talvez seja uma mistura das duas coisas.
Cara, você fez do meu aniversário o dia mais feliz da minha vida, realizou um sonho meu quando me esperou na porta do colégio com um buquê de rosas. Me espanta demais lembrar o tamanho do carinho com que você cuidou de tudo, preparou tudo pra que eu não soubesse e mesmo assim eu descobri a festa surpresa. Naquele dia eu tive certeza do quanto você me amava e tomei uma decisão também, que não ia mais atrapalhar sua vida. Esperei e fui me afastando aos poucos, apagando algumas fotos aqui, deixando de seguir no twitter, esquecendo de responder algumas mensagens e olha hoje, somos quase dois estranhos. Nos encontramos no shopping e nas festas, somente um aperto de mão e o resto do dia é um ignorando o outro. Você não tem noção do quanto isso dói.
Talvez você tenha, finalmente, deixado de gostar de mim. Talvez você tenha me esquecido e esteja bem melhor assim, sozinho. Claro que eu sinto ciúmes quando vejo uma foto sua com alguma "amiga" e sinto uma falta absurda de conversar com você, de passar as tardes contigo.
Sabe, tudo o que eu sou hoje, meu jeito de andar, de falar, as piadas que eu faço, minhas amizades novas, até as notas que eu tiro na escola, tudo tem um pouquinho de você. Eu sou mais você do que fui qualquer homem em toda a minha vida. E eu sempre amei mais a sua companhia do que qualquer outra, mesmo sem nunca ter demonstrado isso, nem um pouquinho. Esse foi o primeiro e último texto que fiz sobre você e pra você, porque como todos os outros, você foi embora, você cansou.

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Flickr Images